Espirito Santo - A ossada de um idoso que foi assassinado com golpes de barra de ferro foi encontrada pela polícia nesta sexta-feira (10). Segundo a polícia, a vítima foi identificada como Ageu "Positivo", de aproximadamente 70 anos. Ele teria sido assassinado e tido o corpo enterrado no quintal de um sítio em Morada da Barra, em Vila Velha.

O homicídio foi descoberto há quase um ano e meio depois, porque o assassino confessou o crime. De acordo com informações do Boletim de Ocorrência da Polícia Militar, o suspeito confesso do homicídio é identificado como André dos Santos Reis, de 38 anos, que seria o dono do sítio. Ele afirmou para militares que atirou na vítima e depois executou o idoso com golpes de barra de ferro.

A causa do crime está sendo investigada pelo Departamento de Homicídios, mas, de acordo com fontes da Polícia Militar, haveria um histórico de rixa entre o suspeito e a vítima.

Ainda de acordo com fontes da polícia, em janeiro do ano passado, o suspeito teria se incomodado com a presença do idoso na propriedade dele. Foi quando o homem de 38 de anos disse ter cometido o crime. Um ano e quatro meses depois ele telefonou para o Centro Integrado Operacional de Defesa Social (Ciodes) na manhã desta sexta-feira (10) e resolveu se apresentar às autoridades.

Investigadores do Departamento de Homicídios disseram que o suspeito não estava em condição de detido e que ele seria liberado após prestar depoimento, na noite desta sexta, isso porque, pela lei, o suspeito está fora do flagrante do crime.

Os policiais acrescentaram que o homem vai responder a um processo criminal e que o inquérito ficará sob os cuidados da Delegacia de Homicídios de Vila Velha.

Com informações do repórter Paulo Rogério, da TV Vitória/ RecordTV!
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense