Um total de 702 pessoas morreram por conta do ebola, no nordeste da República Democrática do Congo, desde que o surto da doença foi declarado em agosto do ano passado, segundo os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde.

Em um relatório oficial enviado neste sábado à Agência Efe com números em vigor até 4 de abril, as autoridades estimaram 702 mortes, das quais 636 deram positivas em testes de laboratório e o restante é provável.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense