Apesar de ser algo constrangedor (e nojento), dar aquela cutucadinha no nariz e depois comer o ‘produto’ pode fazer bem à saúde. Isso é o que acreditam os pesquisadores da Universidade de Saskatchewan, no Canadá.

Eles afirmam que ingerir o muco pode servir de resistência. Para o professor bioquímico Scott Napper, nosso sistema imunológico está se tornando muito acomodado e precisamos testá-lo mais. É como seguir o ditado: o que não mata, te deixa mais forte.

Expor nosso sistema a bactérias é bom para que ele se fortaleça e combata doenças futuras. Ingerir o muco ajuda no funcionamento do sistema, forçando-o a trabalhar para nos proteger.

O professor destaca que antigamente os seres humanos eram expostos a mais tipos de bactérias e hoje todos estamos mais limpos, o que deixa o sistema imunológico preguiçoso. “Do ponto de vista evolucionário, evoluímos sob condições muito sujas. Talvez esse desejo de manter nosso ambiente e nosso comportamento estéreis não esteja realmente funcionando a nosso favor”, afirma.

Essa não é a primeira vez que um estudo afirma que comer meleca faz bem. Em 2017, estudos de universidades como Harvard disseram que o muco contém “um rico reservatório de bactérias” e que poderia combater infecções respiratórias, úlceras e até mesmo o HIV.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense