Três suspeitos de integrarem uma quadrilha especializada em roubar lojas de aparelhos de celulares foram presos pela polícia na noite desta quinta-feira (28), em São Paulo. Segundo informações da polícia, os ladrões comemoravam o sucesso dos roubos nas redes sociais agradecendo a Deus.

A última ação dos criminosos ocorreu em um centro comercial em Jundiaí, interior de São Paulo, na quarta-feira (27). Na ocasião, cerca de 200 aparelhos foram furtados.

A polícia chegou aos assaltantes através das redes sociais. Os ladrões – que também eram investigados por um assalto realizado em Guarulhos, na Grande São Paulo – publicavam constantemente as postagens.

Dois dos suspeitos foram abordados quando saíam de um culto em uma igreja evangélica, na Lapa, Zona Oeste da capital. De acordo com os investigadores, eles tentaram suborná-los para que não fossem presos.
Os agentes fingiram aceitar o suborno e, assim, foram levados a um terceiro suspeito, que estava em uma casa, na Zona Leste de São Paulo. O trio, então, recebeu voz de prisão.

Dinheiro, armas, coletes à prova de balas, uma moto e dois carros de luxo foram apreendidos na residência do terceiro criminoso.

Os assaltantes agiam desde 2017 e cometiam, em média, dois assaltos por semana. Segundo informações da polícia, a quadrilha atuava em todo o estado de São Paulo, e sempre do mesmo jeito: chegavam às lojas de shoppings logo após a abertura, rendiam funcionários e clientes, e levavam os celulares.

As informações são do portal G1.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense