© Reprodução/Instagram

Karina Neustadter Castellenos estava em Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, quando bateu a nuca ao pegar uma onda e ficou tetraplégica. O incidente com a jovem de 24 anos aconteceu no dia 28 de janeiro e, desde então, ela luta para voltar a andar. As informações são do G1.

A jovem foi pegar um ‘jacarézinho’, quando alguém pega onda sem pranchas, mas sofreu um tombo na parte rasa do mar. Ela perdeu os sentidos e foi socorrida em um hospital de Ilhabela, sendo transferida na sequência para São José dos Campos, no interior paulista. Ela teve uma fratura na vértebra C6, próxima ao pescoço, o que a deixou tetraplégica.

“Ela ficou vários dias internada na UTI do hospital. O pulmão e o diafragma dela também foram lesionados, por isso ela está com dificuldade para falar também”, contou o tio da menina ao G1.

Karina está fazendo sessões de fisioterapia e apresenta sinais de melhora, segundo o tio. Como os custos com o tratamento são caros, a família precisou criar uma vaquinha virtualpara conseguir doações e ajudar com a recuperação da jovem.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense