Pai, mãe, dois filhos e um sobrinho foram mortos de forma cruel e desumana na casa onde moravam.

Chegaram na madrugada deste sábado (30), na sede do município de Beruri, os corpos de pai, mãe, dois filhos e um sobrinho, que foram mortos dentro da casa onde moravam na comunidade Tapira, zona Rural do município.

De acordo com comunitários a chacina ocorreu por volta de 8 horas da noite da última  quinta-feira. A família teve a casa invadida e foi morta a golpes de faca e marretadas. 

O homem identificado por Francisco, 22, teve a garganta cortada e morreu na rede onde dormia. A mulher dele Monica Almeida, 19, apresentava vários hematomas pelo corpo e perfurações, supostamente por faca. As crianças, com idades de 2, 4 e 11 anos, foram mortas a golpes de marretados, os corpos apresentam vários hematomas na  cabeça. Todos estavam nos cômodos da casa.

Um parente que preferiu não se identificar contou que na noite de quinta-feira vizinhos ainda ouviram barulho na residência, mas ficaram com medo de irem até o local, por não saberem do que se tratava. "Quando chegamos lá eles já  estavam mortos dentro da casa e a janela estava aberta", narrou a testemunha.

A polícia de Beruri foi acionada e nesta sexta-feira foi até o local e constatou a chacina.

Os corpos foram levados para a sede do município e estão sendo velados na quadra de esportes de uma igreja Evangélica.

De acordo com a diretora do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegada Suely Costa, uma equipe de policiais civis e militares  lotados na 80ª Delegacia Interativa de Polícia (DPI) foi acionada para atender uma denúncia de que uma família (pai, mãe, filhos e um sobrinho) que foi morta a facadas e  marretadas na comunidade Tapira

N@.com

Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense