A Prefeitura de Manaus informa que vinte e três unidades básicas de saúde estão preparadas para dispensação do antiviral Tamiflu, medicamento utilizado no tratamento das síndromes gripais, incluindo as unidades rurais e fluviais. Em visita aos locais que estão disponibilizando a medicação, o secretário municipal de Saúde (Semsa), Marcelo Magaldi, esclareceu que o medicamento não substitui a vacina contra o H1N1 e que o município ainda aguarda a confirmação do Ministério da Saúde para antecipação da Campanha Nacional Contra a Gripe na capital.


“A UBS José Rayol dos Santos é umas das unidades onde há grande movimento de pessoas procurando pela vacina. E é dever da Secretaria Municipal de Saúde informar que a prefeitura não está realizando, até agora, nenhuma campanha de vacinação em massa, pois depende da liberação das doses da vacina pelo Ministério da Saúde, do governo federal”, reforçou durante a inspeção técnica realizada nesta quarta-feira, 27/2, no bairro Flores, zona Centro-Sul.

Ainda segundo Magaldi, que também esteve na noite de ontem (terça-feira, 26) na UBS Leonor de Freitas, Compensa, zona Oeste, o município reforçou o abastecimento do Tamiflu, mas o medicamento é usado para tratamento das gripes e não corresponde à vacina. A dispensação de medicamentos é feita com a apresentação da receita, seja prescrita em unidade do município ou Estado. Atualmente, com base ao atendimento diário da unidade de saúde, a média alcança 450 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Antecipação da campanha
A Prefeitura de Manaus aguarda a resposta do Ministério da Saúde à solicitação feita na segunda-feira, 25/2, pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, por intermédio da bancada federal, em Brasília, de antecipação da Campanha Nacional Contra a Gripe na capital para março e não abril, como acontece anualmente. O senador Plínio Valério (PSDB/AM) já realizou contato direto com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que se mostrou favorável a proposta, mas informou que a antecipação da campanha está condicionada à produção das vacinas pelo Instituto Butantan, que já trabalha na fabricação.

UBSs com dispensação do antiviral

LESTE
UBS LEONOR BRILHANTE– Avenida Autaz Mirim, Tancredo Neves
UBS AMAZONAS PALHANO– Rua Antonio Matias, São José
UBS ALFREDO CAMPOS– Avenida Cosme Ferreira, Zumbi
UBS GEBES MEDEIROS– Avenida Pirarucu, Jorge Teixeira

NORTE
UBS AUGIAS GADELHA– Rua A, 17, Cidade Nova
UBS SÁLVIO BELOTA– Rua João Monte Fusco, Santa Etelvina
UBS JOSÉ FIGLIOULO– Rua Rio Arinos, Conjunto Residencial Viver Melhor, Lago Azul
UBS BALBINA MESTRINHO– Rua Major Silverio J. Nery (Rua 170), Núcleo III, Cidade Nova

OESTE
UBS LEONOR DE FREITAS– Avenida Brasil, Compensa
UBS DEODATO M. LEÃO– Avenida Presidente Dutra, Glória
SUL
UBS DR. JOSÉ RAYOL– Avenida Constantino Nery, Chapada
UBS MORRO DA LIBERDADE– Rua Dona Mimi (Rua São Benedito), Morro da Liberdade

RURAL
UBS FLUVIAL DR. ANTÔNIO LEVINO
UBS FLUVIAL DR. NEY LACERDA
UBS ADA VIANA RODRIGUES– Comunidade Nova Canaã (BR 174 R-10)
UBS PAU ROSA (R-41 R-42) Ramal do Pau-Rosa, Entrada do KM 21, Assentamento Tarumã-Mirim, BR 174;
UBS SÃO PEDRO– Comunidade Bom Jesus – AM 010, KM 25 E Adjacências;
UBS EPHIGENIO SALES(R-34) Ramal Água Branca II, KM 45, Rodovia AM-010;
UBS NOSSA SENHORA AUXILIADORA– Comunidade Nossa Senhora Auxiliadora – Tarumã-Mirim;
UBS NOSSA SENHORA DE FÁTIMA– Comunidade Nossa Senhora de Fátima – Tarumã-Mirim;
UBS NOSSA SENHORA LIVRAMENTO– Comunidade Nossa Senhora do Livramento, Tarumã-Mirim.

Texto: Wilson Reis / SemsaFotos: Nathalie Brasil / Semcom

Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense