A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Iranduba, sob o comando do delegado Fábio Aly, titular da unidade policial, com o apoio de servidores lotados no Posto Policial Integrado (PPI) do Distrito de Cacau Pirêra, cumpriu na manhã desta quarta-feira (28/2), por volta das 10h, mandados de prisão preventiva por roubo majorado, em nome de Josiel Ribeiro de Souza, 25, o “Bode”, e de Patrick Campos da Silva, 25. 

Foto: Erlon Rodrigues / BLITZ AMAZÔNICO

De acordo com a autoridade policial, as equipes da 31ª DIP e PPI prenderam os infratores nas respectivas casas onde moravam, em Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital. Josiel foi preso na rua Pôr da Lua, bairro Novo Amanhecer. Já Patrick na rua 13, bairro Cidade Nova. 

“Josiel está envolvido em roubo a residência, ocorrido no dia 20 de dezembro de 2017, em Iranduba. Na ocasião, “Bode” e Wanderley Ribeiro da Silva, 24, que já foi preso por policiais militares lotados no município, invadiram o imóvel de um casal e renderam as vítimas. Do local, a dupla subtraiu uma televisão, um notebook, quatro aparelhos celulares e R$ 250 em espécie. Em seguida empreenderam fuga do lugar”, explicou Aly. 

O delegado titular da 31ª DIP ressaltou que Patrick está envolvido em roubo ocorrido em março de 2016, em Iranduba. Na ocasião, o infrator interceptou um caminhão de gás e rendeu o motorista do veículo. Durante a ação criminosa, Patrick subtraiu da vítima R$ 4,5 mil em espécie e um aparelho celular. 

Conforme Fábio Aly, os mandados de prisão preventiva por roubo majorado, em nome de Josiel e Patrick, foram expedidos no dia 22 de janeiro deste ano, pelo juiz Jorsenildo Dourado do Nascimento, da 1ª Vara de Iranduba, e pela juíza Ana Paula de Medeiros Braga, da 2ª Vara de Iranduba, respectivamente. 

Josiel e Patrick foram indiciados por roubo majorado. Ao término dos procedimentos cabíveis na 31ª DIP, os infratores serão levados ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), no quilômetro oito da rodovia federal BR-174, onde ficarão à disposição da justiça. 



Fonte: AIPCAM
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense