Um industriário de 29 anos morreu depois de ser baleado com um tiro no peito na noite de quarta-feira (31) em Manaus. Familiares disseram para a Polícia Civil que o montador, identificado como Cleiverton Costa Nascimento saiu de casa de carro para pagar uma conta em uma loja. O veículo da vítima não foi encontrado. A polícia não descarta ligação com tráfico de drogas.

De acordo com a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), os familiares relataram que Nascimento, que era natural do Pará, saiu de casa na noite de quarta-feira. Do bairro Zumbi, o montador iria para uma loja de eletrodomésticos na avenida Camapuã, na Rotatória do Produtor.

Por volta das 20h40, ele foi baleado na Rua Coração de Jesus, no bairro Cidade de Deus, Zona Leste. O homem foi socorrido por dois homens e levado para o Hospital Pronto-Socorro Platão Araújo. Os homens apenas deixaram o montador baleado e saíram rapidamente do hospital sem serem identificados. A vítima não resistiu e morreu logo em seguida.

A 13ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) esteve no local do crime, e moradores não quiserem repassar informações por medo represálias dos criminosos.

O carro modelo Fiat Palio, vermelho, da vítima não foi encontrado. As circunstâncias do assassinato do paraense ainda são desconhecidas pela polícia.

Segundo a DEHS, os familiares afirmaram desconhecer a motivação do crime. Porém, a Polícia Civil trabalha com a hipótese do assassinato ter ligação com o tráfico de drogas. Cleiverton Nascimento já foi preso, em flagrante, por tráfico de entorpecentes em 2016. Na época, o homem estava com um caderno de contabilidade do tráfico.

O G1 procurou familiares da vítima, que não quiseram comentar o homicídio.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense