Neymar será operado neste fim de semana, no Brasil. A confirmação partiu do próprio Paris Saint-Germain, nesta quarta-feira (28). O jogador vai corrigir uma fissura no quinto metatarso do pé direito. 

Neymar machucou o pé na vitória sobre o Olympique de Marselha, domingo, pelo Campeonato Francês. O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, vai comandar a cirurgia, e o médico francês Gérard Saillant vai acompanhar o procedimento, como representante do PSG.

Na terça-feira, o pai de Neymar anunciou que o filho ficaria longe dos gramados "por pelo menos seis semanas". Com isso, o atacante não estará em campo em 6 de março contra o Real Madrid, no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Como é de praxe entre os clubes europeus, o Paris Saint-Germain não confirmou o tempo de afastamento previsto para o brasileiro. A expectativa é que o craque brasileiro volte aos gramados apenas em maio, um mês antes da Copa do Mundo. 

Assim, ele participaria apenas nas rodadas finais do Campeonato Francês. Ele também poderia estar disponível para as semifinais da Liga dos Campeões, caso o Paris Saint-Germain avance na competição.

Por conta da lesão de Neymar, a comissão técnica da seleção chegou a adiar em dez dias a convocação do Brasil para os jogos com a Rússia e Alemanha. Prevista para a próxima sexta-feira, 2, a lista será divulgada apenas no dia 12. 

Segundo o coordenador de seleções, Edu Gaspar, há cinco selecionáveis que estão se recuperando de lesão no momento. No entanto, com a cirurgia, Neymar não terá condições de atuar nos amistosos contra Alemanha e Rússia, nos dias 23 e 27 de março, respectivamente.

Diante do receio de Neymar ficar de fora da Copa do Mundo da Rússia (14 de junho-15 de julho), uma decisão acabou sendo tomada a favor do processo cirúrgico. "Só o que precisamos fazer é não causar uma nova fratura lá na frente, que possa prejudicá-lo", concluiu o pai do craque.

Confira o comunicado oficial do PSG:

"Ao final do protocolo previsto inicialmente de três dias de repouso, uma decisão foi tomada pelo jogador e as comissões médicas do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira

Ao final desta avaliação, e em acordo feito com o jogador, foi tomada a decisão de favorecer a opção cirúrgica.

Neymar Jr. será operado no final de semana no Brasil pelo Dr. Rodrigo Lasmar, que será acompanhado no local pelo Professor Saillant (Paris Saint-Germain)."
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense