Uma tragédia abalou moradores do bairro Nossa Senhora de Fátima 2, na manhã desta sexta-feira (22). Os irmãos Sara Barros de Souza, de 19 anos e Ismael Barros de Souza, de 17 anos, morreram soterrados em um deslizamento de terra, na Rua Japurazinho, bairro Nossa Senhora de Fátima, Zona Norte de Manaus. Ao todo, cinco pessoas estavam na casa no momento do acidente.
As vítimas, identificadas como Sara Barros de Souza, de 19 anos, e o irmão dela, Ismael Barros de Sousa, de 17 anos, foram retirados sem vida do local por uma equipe do Corpo de Bombeiros, após a terra do barranco deslizar sobre a casa e atingir o quarto onde dormiam.

De acordo com o líder comunitário Ivanilson Santos, de 54 anos, que é vizinho das vítimas, o fato ocorreu por volta das 10h. Os irmãos estavam dormindo em um dos quartos e não conseguiram sair da casa.
Muito abalado, o pai das vítimas, Raimundo Nonato, que também estava na residência no momento do fato, contou que não deu tempo de salvar os filhos. “Foi tudo muito rápido. Ouvimos um barulho e corremos. A minha mulher conseguiu tirar a nossa filha caçula de cinco anos, mas infelizmente não conseguimos salvar a Sara e o Ismael”, contou abalado.

O pai das vítimas estava bastante abalado
O secretário da Defesa Civil, Cláudio Belém, disse que a área será avaliada para verificar a necessidade de retirar outras famílias que moram no local. O secretário disse ainda que a casa onde ocorreu a tragédia será demolida.


Ismael e a irmã Sara foram encontrados mortos

O vereador Elias Emanuel (PSDB), titular da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) disse que a família irá receber auxílio-aluguel. De acordo com o vereador a família já havia sido orientada a sair do local, por habitar em uma área de risco. “Estivemos aqui no ano passado após um outro desmoronamento e orientamos a Sra Edmara, mãe dos jovens, do risco que a família estava correndo. Pedimos que eles entrassem no aluguel social, mas eles se negaram a sair de casa. Agora fica o alerta para outras famílias que moram em área de risco, que procurem a prefeitura que iremos dar um auxílio, para que não aconteça a mesma fatalidade”, finalizou.

Mara Magalhães
EM TEMPO

Post a Comment