Primeiro turno será no dia 6 de agosto e o segundo turno, caso aconteça, será no dia 27. Do dia 12 a 16 de junho acontecerão as convenções partidárias. Veja as datas

O Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM) aprovou, de forma unânime na manhã desta sexta-feira (12), o calendário da eleição suplementar para o governo do Estado. O primeiro turno será no dia 6 de agosto. Se houver segundo turno, ocorrerá no dia 27 de agosto.
Os membros do Tribunal seguiram o voto do relator, o desembargador Francisco Nascimento Marques.               
 
As demais datas ficaram definidas da seguinte forma: do dia 12 ao dia 16 de junho acontecerão as convenções partidárias. No dia 19 de junho será a data do registro de candidatura. Até o dia 13 de julho serão os julgamentos dos pedidos de impugnação de candidatura.                       
Do dia 20 de junho a 4 de agosto serão permitidas as propagandas eleitorais de primeiro turno nas ruas. Se houver segundo turno a data será do dia 7 a 26 de agosto.                       
Já a divulgação de propaganda em rádio e TV, em primeiro turno, será do dia 10 julho a 3 de agosto. Se houver segundo turno, a propaganda em rádio e TV será do dia 12 a 25 de agosto.                       
Os candidatos têm até o dia 16 de agosto para prestar contas do primeiro turno, e até o dia 6 de setembro para a prestação de contas do segundo turno.      

Diplomação                 
A diplomação do candidato que for eleito na eleição direta será no dia 15 de setembro, se for em primeiro turno. Se a eleição chegar ao segundo turno, a diplomação será no dia 11 de outubro.
Apesar do TRE ter aprovado o calendário do pleito, o órgão que definirá a data de posse do novo governador será a Assembleia Legislativa do Estado (ALE).
O diretor geral do TRE-AM, Messias Andrade, afirmou que o mais provável é que o governador seja empossado no mesmo dia, ou no dia seguinte a diplomação.
Diário Am
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense