Fotos: Whatasap / BLITZ AMAZÔNICO

A primeira noite festiva do Paroquia de São José 1, teve como atração a cantora de toadas, Mara Lima que relembrou as canções antigas e as novas toadas do repertorio. Mara Lima como é conhecida no meio artístico tem se destacado no meio dos grandes artistas do boi-bumbá. 


O Líder Comunitário Adson Santos, sente se honrado em prestigiar esta festa tão especial que faz parte do calendário da comunidade. “Nosso Padroeiro São José tem olhado por nós e nos tragos grandes milagres. O País passo por um momento de desconforto, o desemprego só aumenta, mas temos fé que tudo isso vai passar e vamos dar a volta por cima, disse o Líder Comunitário Adson Santos. 

Além de Adson Santos, dois outros guerreiros têm lutado por melhorias na comunidade, entre eles, Luiz Felipe e Vicente Prata, essa união tem trago benefícios para comunidade. “Todos os anos estamos aqui, cooperando para esse evento tão especial”, disse o Líder Comunitário.

A festa continuo no domingo com muito forró que ficou por conta da Banda Forró do Céu que animou o público presente. Além de quadrilhas, comidas típicas, doces e guloseimas. 

Os moradores puderam juntos comemorar a festa do padroeiro que para os católicos é o primeiro trabalhador, carpinteiro e pai de Jesus Cristo. Além de exemplo de fé, obediência e determinação. 

No dia (01/05), segunda feira, a programação é extensa: pela manhã tem a carreata sairá às 8h da manhã da Igreja São José Operário – e segue até a Paróquia São José Operário - Centro, na Rua Visconde de Porto Alegre, e terá a tradicional bênção dos carros 

Por voltas das 16:30 terá a tradicional Procissão e missa em honra a São José Operário, Padroeiro dos Trabalhadores. Finalizando a noite com um bingão recheado de prêmios. Além de músicas e comidas típicas, finalizando com o tradicional bingo que acontece todos os anos, com prêmios e dinheiros. 

A missa campal foi realizada pelo Pároco da Paróquia Leste, Padre Alberto Rypel e o Pároco do Santuário, Padre João Benedito ( Bené ), ambos do Salesianos Dom Bosco.      
     
















Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense