A operação 'Pacificador', realizada pela Polícia Civil do Amazonas, na manhã desta sexta-feira (5), para cumprir 25 mandados de busca e apreensão nos bairros Santa Luzia, Morro da Liberdade, Crespo e São Lázaro, zona sul de Manaus, prendeu quatro homens suspeitos de integrar facções criminosas que atuam na área sul da capital. 
Mais de 180 policiais participaram da ação que tinha como principal alvo o "gerente do tráfico" e agiota Geilke Leandro Gonçalves Corrêa, 32, conhecido como Jr. Guerreiro, que foi preso na Rua João Pessoa, bairro São Lázaro.
Com ele foram encontrados R$ 172 mil em espécie, um revólver calibre 38, dois notebooks, pen drives e cartões do Bolsa Família e documentos retidos de outras pessoas que pediam dinheiro à ele, segundo o delegado da Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) Guilherme Torres.          
Segundo informações do delegado-geral adjunto Ivo Martins, a zona sul está dominada por uma facção criminosa. Após denúncias da população, Martins afirmou que a primeira etapa da operação obteve êxito.
"Percebendo o aumento da estatística de homicídios nas cercanias da região sul, resolvemos deflagrar essa operação que foi capitaneada pela DRCO. Tivemos um bom resultado e essa não foi a primeira operação, que fique claro, teremos outras ações", afirmou o delegado                        
Edilailton Macêdo dos Santos, 39, Cainan Freitas Calmon, 19, e Marcone Oliveira de Alencar, 33, também foram presos nessa manhã, em bairros diferentes.                       
Edilailton foi encontrado em via pública com uma pistola PT 840, com três munições intactas, já Marcone foi apreendido com 120 munições intactas de calibres 38, 9 milímetros e de ponto 40, duas balanças de preciso e meio quilo de entorpecente, como maconha e cocaína em pó.
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense