Sheila Abdus-Salaam, a primeira mulher muçulmana nomeada juíza nos Estados Unidos, foi encontrada morta em Nova York, na quarta-feira. Ela foi também a primeira negra a ocupar um assento na corte de apelação de Nova York. Sheila tinha 65 anos.

De acordo com o jornal The New York Times, a polícia atendeu a um chamado sobre uma pessoa boiando no Rio Hudson às 13h45, horário local (14h45 de Brasília). A juíza foi levada a um píer e declarada morta por paramédicos por volta das 14h.
Sheila Abdus-Salaam morava perto no Harlem, e estava desaparecida desde a véspera. A polícia ainda não sabe a circunstância de sua morte. O corpo foi encontrado com roupa e sem marcas.

Ela atuava como um dos sete juízes da corte estadual de apelação. Segundo Zakiyyah Muhammad, fundador do Instituto de Estudos Americanos Muçulmanos, Abdus-Salaam foi a primeira muçulmana nomeada juíza nos Estados Unidos, ao ingressar na corte em 1994.

Veja
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense