Foto: Divulgação / BLITZ AMAZÔNICO

O músico Paulo Miklos, ex-integrante da banda de rock Titãs, será um dos membros da comissão julgadora da grande final da Seleção de Banda Pop Rock Manaus, que será realizada neste domingo, 9, a partir de 16h, no flutuante Abaré Sup and Food. Três bandas estarão na disputa por uma vaga num festival nacional de música.

Para o cantor, que ao lado de mais dois jurados, terá a missão de escolher a grande campeã, uma boa apresentação é fundamental para esta seleção. “O poder de comunicação, a musicalidade e a expressão do artista estarão no centro das nossas atenções. E sabemos que apenas os parâmetros técnicos não são suficientes para avaliar a grande maravilha que é a interação entre o artista e o público. Acredito que a mágica deste encontro está o diferencial para a avaliação dos candidatos”, comentou Miklos.

Em 2016, Miklos foi um dos jurados do reality musical X-Factor e destaca que essas oportunidades devem ser aproveitadas para o crescimento das bandas. “Participar de um programa como o X-Factor foi muito revelador. Todas as regiões do Brasil estavam representadas, assim como todos os estilos musicais do gosto dos brasileiros. São oportunidades como esta que proporcionam o crescimento individual e coletivo dos novos artistas. Participar é realmente o mais importante neste momento da carreira, para o convívio com outros artistas e para seu amadurecimento”, argumentou.

Carreira

Músico e ator, Paulo Miklos iniciou sua carreira nos Titãs, no início da década de 80 e permaneceu na banda até o ano passado. O primeiro disco dos Titãs, lançado em 1984, trouxe o primeiro grande sucesso na voz de Paulo, “Sonífera Ilha”. A partir daí foram mais 18 discos lançados até 2015, com diversos grandes sucessos nacionais. Alguns interpretados por ele, como “Bichos Escrotos” (1986), “Diversão” (1987), “Pra Dizer Adeus”, do disco “Acústico” (1997), e “É Preciso Saber Viver”, que se tornou hit no Brasil inteiro na regravação dos Titãs.

Em sua carreira solo, lançou dois álbuns. O primeiro, de 1994, leva seu nome e foi composto e produzido por ele. O segundo, “Vou Ser Feliz e Já Volto” (2001), traz uma sonoridade moderna, também é autoral e foi produzido por Dudu Marote.

Sobre o cenário atual, Miklos afirma que o momento é desafiador. “Vivemos um novo e desafiador momento. Hoje, tanto a formação e desenvolvimentos técnico e estético dos músicos, quanto a divulgação e formação de um público para os novos trabalhos destes músicos acontecem de maneira definitiva virtualmente através da internet”, opinou.

Para o músico, a tecnologia tem sido fundamental para a formação dos novos artistas. “Sem dúvida, a tecnologia está presente em todas as etapas da formação e do desenvolvimento da carreira dos novos talentos. Mais do que nunca, a curiosidade e as escolhas estéticas dos músicos, é que vão defini-los como artistas. Todos os gêneros musicais são oferecidos na internet. Assim como, programas de computador servem de ferramenta rápida, descomplicada e acessível”, apontou.

Seleção Pop Rock Manaus

Promovido pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), a Seleção de Banda Pop Rock Manaus selecionará uma banda amazonense com produção autoral para participar de um festival nacional de música.

A partir desta quinta-feira, 6, até sábado, 8/4, 18 bandas se apresentarão em duas casas de show de Manaus, o Porão do Alemão e o All Night. Por dia uma banda será selecionada para a final que ocorrerá no domingo. 

Programação

Quinta-feira (6)
Porão do Alemão
19h50 Essence
20h25 Bella Queiroz e Banda
21h Rafael Marques
21h35 Marcia Novo
22h10 República Popular
22h45 Selva Madre
23h20 Luneta Mágica

Sexta-feira (7)
All Night Pub
21h35 Eraldo Bandeira e os Foras da Lei
22h10 Cabocrioulo
22h45 Mezatrio
23h20 Redphone
23h55 Escândalo Fônico

Sábado (8)
Porão do Alemão
20h20 Tudo Pelos Ares
20h55 Zona Tribal
21h30 Kelly Guimarães
22h05 Os Tucumanus
22h40 00:00 (Midnight)
23h15 Supercolisor
Postagem Anterior Próxima Postagem
O Amazonense