Festa das Patroas estreia em Manaus

Divulgação / Internet

As cantoras mais estouradas da música sertaneja têm data marcada para um megashow em Manaus. No dia 8 de abril, Marília Mendonça, Paula Mattos, Maiara e Maraisa e Wanessa Camargo vão comandar no Centro de Convenções de Manaus, seus grandes sucessos sertanejos. A primeira edição da Festa das Patroas na capital,  começa às 21h. Os ingressos custam a partir de R$ 60 (primeiro lote).

Maira e Maraisa 

Maiara e Maraisa além de irmãs, gêmeas e de aparência bem semelhante, compartilham do mesmo sonho e talento: a música sertaneja. No ano de 2013 lançaram a música “No Dia do Seu Casamento” que alavancou a carreira da dupla. Hoje estão fazendo sucesso por todo Brasil, com hit emplacados, como “10%”, “Medo Bobo”, “Você faz falta aqui” e “Cruzando os dedos”.

Resultado de imagem para Marilia mendonça
Marília Mendonça

Marília Mendonça é goiana, e tem apenas 20 anos. Ainda menor de idade, começou a se destacar como compositora, “É Com Ela Que Eu Estou” na voz de Cristiano Araújo, “Até você voltar” e “Cuida Bem Dela” sucesso de Henrique & Juliano. Uma das vozes mais marcantes do sertanejo, é reconhecida por dar voz feminina às canções. “Infiel”, “Eu sei de cor”, “Alô porteiro” e “O que falta em você sou eu” são seus maiores sucessos.

Resultado de imagem para Paula Mattos

Paula Mattos

Ela começou a compor aos 12 anos. Nessa fase, eram os romances imaginários a fonte de inspiração para que Paula Mattos prenchesse várias folhas de caderno. Aos 26, falar de amor é uma constante para ela que se tornou uma das revelações femininas do novo sertanejo. A menina que teve que vender balas no sinal para ajudar nas despesas de casa, hoje fatura cerca de R$ 30 mil por show (garantia do contratante)“Meus pais se separaram quando eu tinha 10 anos. Aos 15, comprei bala e fui à luta para fazer um dinheirinho”, recorda.

Resultado de imagem para Wanessa Camargo

Wanessa Camargo 

Wanessa Camargo tem redescoberto, quase por acaso do destino, o prazer de entoar canções que expressem a chamada ‘sofrência’ do sertanejo. Nesse mesmo contexto, tem se dado conta da necessidade de usar sua voz na valorização feminina e no lugar que a mulher ocupa no mundo de hoje.

Seu novo álbum “33” traduz sua nova fase de maturidade e serenidade. O disco chega com faixas como “Coração embriagado”, “Em cima do salto” e “Vai que vira amor”, que já alcançou mais de 1 milhão de visualizações non YouTube.
Postagem Anterior Próxima Postagem